Os tomates revolucionários

Outro dia abriu um supermercado novo perto da minha casa e, como aqui não tem nada, lá fui eu que nem gente do interior ver a novidade. Fantástico. Frutas extraterrestres, legumes diamantinos, verduras quase arrancadas do pé pelo cliente. Tudo lindo.

Voltei pra casa com umas broas de milho, uns limões e um sacão de tomates gigantes. Nem tinha o que fazer com tal quantidade tomate, mas eram tão lindos e tão deliciosos, que acabei comendo tomate de todos os jeitos naquela semana, e tanto me apeguei que meio que sofri com a iminência de não poder mais comê-los. Aí, tirando as sementes de uma rodela aleatória, resolvi jogar num vasinho que já tinha um tempo amargava ser a morada final de uma samambaia defunta (história triste).

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: